Vitaminas que ajudam na fertilidade

vitaminas-fertilidadePor Dra. Fernanda Coimbra Miyasato

Nos países ocidentais, como o Brasil, a qualidade do sêmem e a fertilidade dos homens pioraram de forma significativa, assim como a fertilidade feminina. Alguns casos podem estar relacionados com um estilo de vida pouco saudável e a danos ambientais.

Métodos como mudanças nos hábitos de vida, com a prática de esportes, suplementação de antioxidantes e administração de vitaminas e oligoelementos (microminerais), especialmente quando a deficiência for encontrada, podem ajudar de uma forma racional e econômica na luta contra a infertilidade, antes de iniciar um tratamento médico.

Mas existe apenas uma vitamina indicada para aumentar a fertilidade? Não existe uma pílula mágica específica para a fertilidade, mas uma combinação de vitaminas e minerais pode ter um impacto bastante positivo na fertilidade.

Relaciono alguns antioxidantes, vitaminas e minerais para ajudar na fertilidade feminina e masculina.

Ácido fólico: talvez uma das mais conhecidas vitaminas necessárias para a gravidez é o ácido fólico. Ajuda a prevenir defeitos do tubo neural, bem como defeitos cardíacos congênitos, lábio leporino, defeitos nos membros e anomalias do trato urinário no desenvolvimento de fetos. Deficiência de ácido fólico pode aumentar o risco de entrar em trabalho de parto prematuro, de baixo peso ao nascer infantil e o retardo do crescimento fetal. A deficiência também pode aumentar o nível de homocisteína (aminoácido presente no plasma do sangue que está relacionado ao surgimento de doenças cardiovasculares como AVC, doença coronariana ou infarto), o que pode levar ao aborto e complicações na gravidez espontânea, como descolamento prematuro da placenta e pré-eclâmpsia.

Vitamina C: tem sido associada com a melhora da qualidade do esperma e fragmentação de DNA, auxiliando a reduzir as chances de aborto.

Vitamina D: é necessária para ajudar o corpo a produzir os hormônios sexuais responsáveis pela ovulação. Além disso, quando diminuída esta associada a falhas de implantação do embrião.

Vitamina E: estudos demonstram que a vitamina E melhora a qualidade dos espermatozoides. Ela também é um antioxidante importante para neutralizar os radicais livres, ajuda a proteger o esperma, auxilia na fertilização e na integridade do DNA do óvulo.

 

* Dra. Fernanda Coimbra Miyasato é ginecologista, especialista em Reprodução Assistida da Fertivitro – Centro de Reprodução Humana

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: